Os mistérios do sangue ensinam que o sangue menstrual e o sangue do nascimento são o mesmo sangue, é o sangue universal, sangue do poder, sangue curativo.
Os mistérios do sangue ensinam-nos recordar que vida e saúde são vindas da mulher, mulher sábia, mulher que sangra e sangra... e não morre.
O sangue menstrual e o sangue do nascimento são universais, cheios de potencial, cheios de vácuo, e que devem ser usados para curar.
O sangue do amor, sangue da abundância, o sangue que cura a terra.
Os mistérios do sangue recordam o imenso poder da mulher, o poder do sangramento.
Quando nós sangrarmos na terra (na realidade ou fantasia) nos reencontramos com o poder, enquanto o nosso sangue corre através do chakra da raiz e na terra.
Sangrando na terra, sangrando livremente, como mulheres, como nutridoras da vida, como doadoras, nutridoras das plantas, doadoras da nutrição universal...

 

”Eu sou a mulher que dá a nutrição para assegurar a vida deste planeta. Com o meu poder do tempo da lua, o meu sangue, com meu poder do nascimento, meu sangue, eu alimento a terra e a terra alimenta todos.
A cada mês eu recordo: Eu sou mulher. Eu sou terra. Eu sou vida. Eu sou nutrição. Eu sou mudança. Eu sou inteira. Eu sou mulher. Eu sei sobre a vida, a morte, a dor e a saúde no meu útero. Eu conheço os lugares sangrentos: o espaço estreito entre a vida e a morte, o lugar de nascimento sangrento, o fluxo sangrento da vida nutridora, o fluxo sangrento de deixar a vida ir. Eu sou mulher. Meu sangue é poder.
Poder calmo. Sangue calmo. Sente-se, irmã, no musgo verde macio, e dê o seu sangue sagrado da Lua à Terra, à espiral da vida. Deixe o fluxo vermelho do sangue do seu út
ero juntar-se ao verde e castanho da terra. Sente-se aqui. Relaxe e feche seus olhos e deixe as visões virem. 

Descanse agora e entregue o seu sangue da lua para nutrir a mãe que nos nutre. Relaxe e deixe as visões virem.

 

 



O período do fluxo menstrual, de acordo com a tradição da mulher sábia, é um momento de visões. Toda a mulher que prestar atenção a estas visões encontrará o poder das xamãs, das bruxas, das mulheres de medicina. 

 


OS PODERES

Estes são os poderes naturais das mulheres menstruando, enluarando:


* Ligação com a terra como uma presença responsável e nutridora;
* Comunicação com as plantas, animais;
* Criar o tempo ( a menstruação firmou uma medita do tempo... por vir a cada 28 dias)
* Invisibilidade;
* Comunicação com fadas, devas, elfos, elementais;
* Prever futuro;
* Aguça olfato, o paladar, a escuta, a visão, o tato;
* Cura;


Retirado de: Manual Mulheres de Medicina - Paula Xavier



Marta Pacheco 
Guardiã de Círculos Femininos | Ginecologia Natural | Terapeuta Holistica e Psicoterapeuta