Entramos agora no mês de Julho, o mês que se rege pela energia do número 7, um número revestido de mistério e associado ao misticismo desde tempos primordiais. Pois ele é a simbiose impar do número do espírito (3- o triangulo) e o da matéria (4- o quadrado) pelo que o mês de julho vem perguntar ao teu mais profundo íntimo: ouves a tua alma? Ou a matéria abafou a sua voz? O ser material e o ser espiritual estão em equilíbrio? 

O simbolismo do número 7 transcende culturas e está presente na própria natureza, reforçando o seu caráter místico e divino: os 7 dias da criação, os 7 pecados capitais, as 7 cores do arco-íris, os 7 principais chacras, as 7 maravilhas do mundo, 7 dias da semana e as 7 notas musicais. 

Vibrando sob a energia deste número, o mês de julho anuncia que é o momento de completares a tua obra. Aproveita essa energia para olhar para o mais profundo de ti e aprende a descodificar essa linguagem que a alma utiliza para comunicar contigo. 


Tal como as notas musicais, essa linguagem é composta de símbolos sem sentido que surgem na pauta da tua vida e te dão o tom para continuares. 


Aproveita esta energia mais introspetiva e lê o que sentes no teu interior; ela está nas emoções pois é aí que ela comunica contigo: revela-se nos tons mais suaves quando sentes gratidão e alegria, assume tons mais graves e tenebrosos quando sentes tristeza ou raiva. 


Descansa. Pois ninguém te ensinou a ler essas notas que a alma emite. Nenhum professor te ajudou a interpretar essa linguagem estranha. O tempo será o teu melhor mestre e aprenderás a ouvi-las e a reconhecê-las, sendo que com a experiência tocarás essas notas sem medo, com a confiança cega que apenas uma melodia inolvidável poderá sair da musicalidade da alma

Por isso, vai criando a tua partição, nota após nota, sem descurar nenhum instrumento que compõe essa orquestra: utiliza cada um, pois todos tem a sua função. Como tal, alinha o que materializas (o que dizes) com o que a tua alma te comunica (o que sentes) para te tornares maestro da mais bela e harmoniosa orquestra. 

Com a vibração do ano universal (3), o mês de Julho vai impelir-te a sair da sala de ensaios que monotoniza e não valoriza a tua obra. 

Este ano, o mês de Julho vai desafiar-te a apoderares a tua batuta e a conduzires a tua orquestra sem olhar para o que já foi feito ou tocado. É o momento de enfrentares a plateia e abrires o concerto com novos tons, novos ritmos e inclui se necessário novas notas, sem medos ou inseguranças, pois o que mais cativa é a alma que colocas em cada partitura , é a segurança com que manobras a tua batuta, é a forma como vibras com a tua obra. 

És tu quem tem o poder para mudares a tua vida! Por isso aproveita a aprendizagem que o mês de julho te vem deixar: sempre que a tua alma comunicar contigo, não faças dessa linguagem um simples ruído: torna-a numa verdadeira sinfonia!

 

Manuela Castro | Numeróterapeuta&Numerógrafa