"Dei por mim a iniciar o mês de setembro com desejo de limpar e arrumar. Esvaziei os armários e as gavetas onde se amontoavam roupas e objetos. Senti que era altura de deitar fora o que já não me fazia falta, o que apenas ocupava lugar e a qual não lhes dava uso.

Dei por mim a hesitar se devia deitar fora coisas que me ofereceram, objetos com valor sentimental. No fim do dia, estava exausta, cheia de dores de costas. E perguntei-me: “mas o que te deu para fazer isso tudo agora?” Foi quando me lembrei: vem aí o mês de setembro.

Entramos num mês cuja vibração te vai pedir que voltes aos teus armários e gavetas interiores. Temos tendência a receber algo e guardar, acumulando e acumulando. As gavetas já transbordam. Por isso, aproveita a energia do mês de setembro (9) para abrir essas gavetas, retirar tudo e selecionar o que faz e o que não faz sentido na tua vida.

É altura de limpares tudo o que te incomoda: sejam acessórias ou mesmo peças que te eram queridas e às quais estavas afetivamente ligada mas que representam relações que já não existem. Aproveita a energia inerente ao ano universal para deitar cá para fora o que guardas há tanto tempo. Exterioriza o que sentes comunicando com as pessoas que te ferem. Aceita que, nem sempre, as coisas podem ser moldadas como queremos. Mas isso é uma oportunidade única para aprenderes o perdão, a aceitação.


Comunica com as pessoas que amas e (re)lembra-lhes o quanto são importante para ti. Nunca dizemos “te amo” o suficiente. Não deixes nada por dizer neste ano que te permite comunicares o que vai dentro de tiSim, porque é dentro de ti que a magia acontece.

Por isso, limpa, organiza e livra-te do que já há muito não é teu. Mostra ao universo que confias e estás pronta/o para receber o novo. Deixa espaço para o novo pois ele só caberá onde houver lugar para o acolher.

Demonstra que queres libertar-te do que já não te serve e prepara-te para acolher um novo “eu” e renascer.

Afinal não é o que o Outono que se celebra neste mês faz? Libertar-se das suas folhas para renascer mais forte? A natureza mostra-te sempre o caminho a seguir.”

 

Manuela Castro | Numeróterapeuta&Numerógrafa

Subir